Assine a Newsletter

Sucesso! Verifique a sua caixa de E-Mail

Para completar a Assinatura, clique no link de confirmação na sua caixa de correio. Se não chegar em 3 minutos, verifique por favor a sua pasta de Spam.

Ok, Obrigado

Festival Língua Terra anima semana em Setúbal com brasileiros em destaque

O compositor e cantor baiano Tiganá Santana vai cantar ao lado de Mayra Andrade (Cabo Verde), Lenna Bahule (Moçambique) e Dino D’Santiago (Portugal/Cabo Verde).

DN Brasil profile image
por DN Brasil
Festival Língua Terra anima semana em Setúbal com  brasileiros em destaque
Artistas de países lusófonos são destaque. Foto: Divulgação

Texto: Nuno Tibiriçá

A cidade de Setúbal recebe desde o último sábado (1) a 4ª edição do Festival Língua Terra, que tem como principal bandeira a valorização da língua portuguesa através das artes. Promovido pela Câmara Municipal de Setúbal e sob a direção artística de Mônica Cosas, o festival proporciona um intercâmbio cultural entre artistas de seis países falantes de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal). Neste ano, o festival - que vai até o dia 8 de junho - conta com uma programação que abrange diversos nomes das áreas da música, cinema e artes plásticas destes países, com o Brasil sendo bem representado na programação desde a abertura do festival. 

A participação brasileira começou na tarde do último sábado na Casa das Imagens Lauro António, que recebe o ciclo de cinema do Festival Língua Terra. O documentário “Ilú Obá de Min” (2016), dirigido por Beto Brant, foi o primeiro a ser projetado nessa edição. A longa-metragem de Brant documenta o desfile do bloco paulistano Ilú Obá de Min no Carnaval de 2016, no qual Elza Soares, um dos grandes nomes da Música Popular Brasileira, foi homenageada. Mais tarde, foi a vez de outros dois importantes nomes da MPB serem protagonistas no evento.

Mart’nalia - filha do sambista Martinho da Vila e duas vezes campeã dos Grammys Latinos - e Paulinho Moska - autor de sucessos como “Pensando em Você” - subiram ao palco do Fórum Municipal Luísa Todi, espaço no qual estão sendo realizadas as performances musicais do festival. A dupla vem de digressão pela Europa e voltou a performar em Portugal após shows em Londres, Paris e Amsterdam. 

No decorrer de maio, antes das performances em outras capitais europeias, Mart’nalia e Moska passaram também por palcos em Coimbra, Lisboa, Ovar e Porto. Na abertura do festival em Setúbal, a dupla animou a noite de sábado e deu início a uma programação musical que ainda contará com nomes como Karyna Gomes (Guiné-Bissáu), Pricenzito (Cabo Verde) e Prodígio (Angola) no próximo dia 7.

No dia 8 de junho, data de encerramento do Festival Língua Terra, o Brasil volta a ter um representante no palco do Fórum Municipal com o compositor e cantor baiano Tiganá Santana que convida Mayra Andrade (Cabo Verde), Lenna Bahule (Moçambique) e Dino D’Santiago (Portugal/Cabo Verde), em show marcado para às 21h30 - informações sobre ingressos podem ser encontradas abaixo. Tiganá Santana conta em seu repertório com temas em línguas africanas que ele próprio compôs e interpreta, sendo um percursor desta técncia entre artistas brasileiros.

O Ciclo de Cinema também contará com mais brasilidades até o fim do festival por meio de dois filmes do diretor Helder Lopes. Na sexta-feira (7), está programada a projeção de “Pipoca Moderna”, documentário que acompanha o músico pernambucano Sebastião Biano, às 16h. No sábado (8), o filme “Frevo Michaelis”, que traz a trajetória do compositor Jota Michiles, tem projeção prevista para o mesmo horário. A entrada para as sessões de cinema do Festival Língua Terra é gratuita. 

Nos dias 7 e 8, o Fórum Municipal Luísa Todi recebe também a exposição “Uma Mistura de Cores, Estilo e Responsabilidade Social”, do artista guineense Sidney Cerqueira. Com mais de 100 exposições individuais e coletivas ao redor do mundo, Cerqueira também conta com projetos sociais com instituições de acolhimento em diversos países do continente africano e no Brasil.

Confira a programação desta semana no Festival Língua Terra

Dia 5 de junho

“Pipoca Moderna”, de Helder Lopes. 16h, na Casa das Imagens Lauro António

Dia 7 de junho

“Frevo Michaelis”, de Helder Lopes. 16h, na Casa das Imagens Lauro António

Abertura da exposição de Sidney Cerqueira. Fórum Municipal Luísa Todi.

Karyna Gomes convida Princezito, Renma e Prodígio. Fórum Municipal Luísa Todi, 21h30. Entrada: 10 euros.

Dia 8 de junho

Tiganá Santana convida Mayra Andrade e Lenna Bahule. Fórum Municipal Luísa Todi, 21h30. Entrada: 20 euros.

Os bilhetes para os espetáculos musicais podem ser adquiridos por meio de www.bol.pt. A entrada para as sessões de cinema é gratuita, sujeita a lotação. Marcações pelo e-mail: casadasimagens@mun-setubal.pt

DN Brasil profile image
por DN Brasil

Subscreva a Newsletter

Sucesso! Verifique a sua caixa de E-Mail

To complete Subscribe, click the confirmation link in your inbox. If it doesn’t arrive within 3 minutes, check your spam folder.

Ok, Obrigado

Ler Mais