Assine a Newsletter

Sucesso! Verifique a sua caixa de E-Mail

Para completar a Assinatura, clique no link de confirmação na sua caixa de correio. Se não chegar em 3 minutos, verifique por favor a sua pasta de Spam.

Ok, Obrigado
Com atenção para estrangeiras, linha para grávidas do SNS atende quase 300 chamadas por dia
Linha SNS Grávida quer agilizar atendimentos de gestantes em hospitais públicos. Foto: Divulgação / SNS

Com atenção para estrangeiras, linha para grávidas do SNS atende quase 300 chamadas por dia

A linha SNS Grávida quer garantir o atendimento adequado para as gestantes, principalmente em situações de risco, já que o setor de obstetrícia tem enfrentado crises nos últimos tempos em Portugal.

DN Brasil profile image
por DN Brasil

Texto: Caroline Ribeiro

A linha SNS Grávida, atendimento telefônico do Sistema Nacional de Saúde de Portugal, tem feito, em média, 275 atendimentos por dia, revelou esta quarta-feira (12) a ministra Ana Paula Martins, durante audiência na comissão parlamentar de Saúde da Assembleia da República.

De acordo com a ministra, a maioria das gestantes que telefonam ao serviço acabam encaminhas para observação em hospitais porque "estão em trabalho de parto ou estão em situação que precisam de apoio complexo".

A linha SNS Grávida entrou em funcionamento no começo deste mês e é uma das medidas urgentes do Plano de Emergência e Transformação na Saúde do novo Governo. O objetivo é garantir o atendimento adequado para as gestantes, principalmente em situações de risco, já que o setor de obstetrícia tem enfrentado crises nos últimos tempos. Maternidades fechadas, urgências sem plantão, greves e falta de profissionais são alguns dos problemas enfrentados por grávidas que buscam unidades do serviço público.

Material informativo em inglês foca nas gestantes estrangeiras, que, cada vez mais, dão à luz em Portugal. Foto: Divulgação / SNS

O serviço tem focado, também, nas grávidas imigrantes, com material explicativo em inglês. Os últimos dados do Eurostat, que reúne estatísticas da União Europeia (UE), mostram que a cada quatro bebês nascidos em Portugal em 2022, quase um (24%) era filho de mãe estrangeira, aumento de 8% em relação ao ano anterior.

No geral, o Eurostat mostra que enquanto a taxa de natalidade na UE caiu em 2022, cresceu em Portugal. Autoridades já reconhecem que bebês filhos de imigrantes têm somado positivamente nessa conta.

Para ser atendida pelo SNS Grávida, basta ligar para o número do SNS 24: 808 24 24 24.

caroline.ribeiro@dn.pt

DN Brasil profile image
por DN Brasil

Subscreva a Newsletter

Sucesso! Verifique a sua caixa de E-Mail

To complete Subscribe, click the confirmation link in your inbox. If it doesn’t arrive within 3 minutes, check your spam folder.

Ok, Obrigado

Ler Mais